Terça-feira, 3 de Janeiro de 2012

Uma artesã de Odemira, Helena Loermans, está a desenvolver mantas criadas com o recurso à nanotecnologia, permitindo criar tecidos protetores de raios UV, antibala ou antimosquito. Todavia, as mantas não serão o único produto disponível. Também estão a ser criados outros artigos como cachecóis, luvas e gorros. Estes últimos serão feitos com tecnologia amiga dos alentejanos já que terão tecidos antianedotas de alentejanos e antilisboetas que quando imitam um alentejano parecem um cigano bêbado com síndrome de Tourette. Destaque ainda para a criação de uma écharpe antibala: este produto é fundamental já que pretende preencher o vazio no segmento de mercado destinado às tias de Cascais que gostam de passear pela Cova da Moura ou andar de comboio na Linha de Sintra.

 

Texto publicado na página Não confirmo, nem desminto do Diário do Alentejo



publicado por Ricardo Cataluna às 09:24 | link do post | Não confirmo, nem desminto

Twitter
mais sobre mim
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

Depois do lançamento dos ...

Na edição alentejana do M...

Ministério da Educação en...

Vendedor cigano comercial...

Câmara de Beja proíbe a c...

Salão do Cavalo em Beja c...

Internet no Alentejo

Crise: Jihadistas só admi...

51 suínos apreendidos na ...

População da Amareleja pr...

Meme #2 - O Adolfo gosta ...

A carta (the letter) de M...

Escândalo de fotos privad...

Meme #1 - Titanic

Investigação Não confirmo...

arquivos
Espere pela volta do correio e receba o "Eu é mais bolos" por mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Contacto
Mail
links
Rádio
subscrever feeds
blogs SAPO
Eu paguei-lhes para se linkarem para aqui
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!
PNEThumor
Facebook