Terça-feira, 11 de Dezembro de 2012

Está de regresso a nossa rubrica linguística. E não, não se trata de uma tentativa de encher a página devido à falta de assunto, mas sim de despertar os nossos leitores para as grandes problemáticas deste dialeto ancestral que é o Alentejano. Muitos erros se cometem em torno das palavras que hoje iremos explorar, pelo que espero sinceramente que este artigo possa trazer alguma luz sobre o problema: “Moenga” e “Xarenga” - as duas faces da chatice. É verdade que ambas as palavras significam “aborrecimento”, mas em que contextos devem ser utilizadas? “Moenga” remete para o abstrato, como se pode ver neste poema de Al-Mutamid: “Estou aqui em Sevilha/ tal não é a moenga do calor/ escorre tanto suor até à bilha/ vou precisar de um desumidificador”, pelo que deve ser utilizada apenas em contextos poéticos, filosóficos e matemáticos. Por sua vez, o termo “xarenga” está relacionado com algo palpável, como se pode observar nesta frase proferida por um militar da GNR: “Tal não é a xarenga do carro que não quer pegar! Já não bastava a xarenga do salitre no posto e a xarenga do telhado que desabou?”. A sua utilização deve, pois, restringir-se a tudo o que é corpóreo e real. Atente-se, todavia, que ambos os termos devem ser utilizados com elevados níveis de descontentamento e de sotaque alentejano, sob o risco de parecer um lisboeta com um impedimento na fala. Assim se fala “Em Bom Alentejano”. 

 

Texto publicado na página Não confirmo, nem desminto do Diário do Alentejo

Também disponível no Facebook



publicado por Ricardo Cataluna às 16:13 | link do post | Não confirmo, nem desminto

Twitter
mais sobre mim
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

Depois do lançamento dos ...

Na edição alentejana do M...

Ministério da Educação en...

Vendedor cigano comercial...

Câmara de Beja proíbe a c...

Salão do Cavalo em Beja c...

Internet no Alentejo

Crise: Jihadistas só admi...

51 suínos apreendidos na ...

População da Amareleja pr...

Meme #2 - O Adolfo gosta ...

A carta (the letter) de M...

Escândalo de fotos privad...

Meme #1 - Titanic

Investigação Não confirmo...

arquivos
Espere pela volta do correio e receba o "Eu é mais bolos" por mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Contacto
Mail
links
Rádio
subscrever feeds
blogs SAPO
Eu paguei-lhes para se linkarem para aqui
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!
PNEThumor
Facebook