Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2012

Depois do arrastão de rábanos e da onda de sequestros de hortelã da ribeira, a criminalidade da região tem sido marcada pelo aumento do furto de azeitonas. Criminologistas identificaram algumas das características associadas a este tipo de delitos: “Geralmente, o roubo de azeitonas destina-se à venda para a rede internacional de mau colestrol ou para o mercado negro de azeite espanhol (daquele que também dá para lubrificar o motor do seu automóvel.)” – explicou Ludgero Primeira Instância, académico que dirige o estudo sobre a alta criminalidade no mundo agrícola. “Também é interessante poder observar como as azeitonas que são recuperadas revelam sinais claros de Síndrome de Estocolmo – defendem os seus raptores com desculpas do tipo «eles só queriam angariar dinheiro para comprar uma PlayStation para o filho» ou «até fui muito bem tratada, deram-me banho de sal e oregãos», o que nos deixou muito apreensivos”, acrescentou. Preocupadas com esta tendência, as autoridades portuguesas já disponibilizaram apoio às azeitonas, nomeadamente através da criação do Centro de Apoio à Azeitona Retalhada Vitimada e da linha de apoio telefónico Azeitona SOS Extra Virgem.  

 

Texto publicado na página Não confirmo, nem desminto do Diário do Alentejo

Também disponível no Facebook



publicado por Ricardo Cataluna às 16:46 | link do post | Não confirmo, nem desminto

Twitter
mais sobre mim
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

Depois do lançamento dos ...

Na edição alentejana do M...

Ministério da Educação en...

Vendedor cigano comercial...

Câmara de Beja proíbe a c...

Salão do Cavalo em Beja c...

Internet no Alentejo

Crise: Jihadistas só admi...

51 suínos apreendidos na ...

População da Amareleja pr...

Meme #2 - O Adolfo gosta ...

A carta (the letter) de M...

Escândalo de fotos privad...

Meme #1 - Titanic

Investigação Não confirmo...

arquivos
Espere pela volta do correio e receba o "Eu é mais bolos" por mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Contacto
Mail
links
Rádio
subscrever feeds
blogs SAPO
Eu paguei-lhes para se linkarem para aqui
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!
PNEThumor
Facebook