Sábado, 12 de Janeiro de 2013

O número de trabalhadores romenos que vieram para o Alentejo trabalhar na apanha da azeitona tem aumentado, bem como os relatos de maus tratos e exploração laboral. Todavia, os empresários já vieram desdramatizar esta situação e defender-se das várias acusações: “É uma grande injustiça! Eu não tenho culpa que o Governo não me dê condições para explorar trabalhadores portugueses, por isso tive de começar a explorar lá fora! Eles até são bem tratados, ganham quase um euro por dia e vivem todos felizes em grupos de 35 numa sala de estar, ali no quentinho! Isso de eles andarem por aí a pedir esmola é só um part-time que arranjaram… Não temos nada com isso… Além disso, com a pobreza que vai haver em 2013 eles é que ainda vão dar esmola aos contribuintes portugueses!” – declarou um empresário.

 

Texto publicado na página Não confirmo, nem desminto do Diário do Alentejo

Também disponível no Facebook



publicado por Ricardo Cataluna às 22:53 | link do post | Não confirmo, nem desminto

Twitter
mais sobre mim
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

Depois do lançamento dos ...

Na edição alentejana do M...

Ministério da Educação en...

Vendedor cigano comercial...

Câmara de Beja proíbe a c...

Salão do Cavalo em Beja c...

Internet no Alentejo

Crise: Jihadistas só admi...

51 suínos apreendidos na ...

População da Amareleja pr...

Meme #2 - O Adolfo gosta ...

A carta (the letter) de M...

Escândalo de fotos privad...

Meme #1 - Titanic

Investigação Não confirmo...

arquivos
Espere pela volta do correio e receba o "Eu é mais bolos" por mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Contacto
Mail
links
Rádio
subscrever feeds
blogs SAPO
Eu paguei-lhes para se linkarem para aqui
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!
PNEThumor
Facebook