Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2013

Costuma dizer-se que é nas alturas de maior dificuldade que surgem as oportunidades mais aliciantes. A indefinição da Estação Arqueológica de Pisões e, em particular, o assalto de que foi alvo recentemente, estão a servir de base para o lançamento de um novo conceito: o de “Turismo de Assalto Cultural”. Basicamente, o que este turismo oferece é a possibilidade de visitar locais de interesse cultural e poder gamar um artefacto para recordação. Em seguida apresentamos-lhe, em exclusivo, o esboço do primeiro folheto publicitário deste novo género turístico que está a ser desenvolvido pela Secretaria de Estado do Turismo.

 

Texto publicado na página Não confirmo, nem desminto do Diário do Alentejo

Também disponível no Facebook



publicado por Ricardo Cataluna às 12:49 | link do post | Não confirmo, nem desminto

Twitter
mais sobre mim
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

Depois do lançamento dos ...

Na edição alentejana do M...

Ministério da Educação en...

Vendedor cigano comercial...

Câmara de Beja proíbe a c...

Salão do Cavalo em Beja c...

Internet no Alentejo

Crise: Jihadistas só admi...

51 suínos apreendidos na ...

População da Amareleja pr...

Meme #2 - O Adolfo gosta ...

A carta (the letter) de M...

Escândalo de fotos privad...

Meme #1 - Titanic

Investigação Não confirmo...

arquivos
Espere pela volta do correio e receba o "Eu é mais bolos" por mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Contacto
Mail
links
Rádio
subscrever feeds
blogs SAPO
Eu paguei-lhes para se linkarem para aqui
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!
PNEThumor
Facebook